(55) 98474 - 4441

NO AR

Prog. Primeira Hora. (Noticias 1ª edição)

Com AutoDj

Música

AS 11 MELHORES MÚSICAS DO PAPA ROACH

Publicada em 10/01/19 as 15:20h por RADIO ROCKYEAH - 15 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: RADIO ROCKYEAH)

O Papa Roach é um dos grandes nomes dentro do nu-metal. O som dos caras, muito inspirado em bandas como Faith No More, Rage Against The Machine e Primus, ajudou a mudar a cena do metal no início dos anos 2000.

Uma mistura de rock, funk metal e rap metal consolidou o Papa Roach entre o público que queria o peso sem esquecer do melódico e do groove que caracterizou o nu-metal. Muitos dos sons da banda estão presentes em listas de melhores músicas do gênero.

Agora, prestes a lançar o novo álbum Who Do You Trust?, a banda seguiu o que parece ser uma tendência, usando muitos elementos da música eletrônica. O vocalista Jacoby Shaddix afirmou que o próximo disco irá mais fundo em todas as influências do Papa Roach.

Já tivemos um gostinho com música bem distintas nos quatro singles lançados. “Who Do You Trust?”, “Renegade Music”, “Not The Only One” e “Elevate” vão desde o metal até o pop radiofônico.

Em preparação para o novo disco, que chega no dia 18 de janeiro, o Wikimetal preparou um Top 11 das melhores músicas até aqui. É para deixar o hype lá em cima! Confira as escolhidas:

11- “Falling Apart”, do álbum F.E.A.R. (2015)

Foi em F.E.A.R. que o lado mais eletrônico do Papa Roach começou a aparecer, apesar da influência do hip-hop existir desde o princípio da banda. “Falling Apart” tem um ótimo equilíbrio entre os riffs de guitarra e o som mais “pra cima” da música eletrônica. A música explode quando chega no refrão. Para a banda, esse foi um ponto de virada importante: o momento em que o vocalista Jacoby Shaddix se libertou dos vícios.

10- “Gravity”, de F.E.A.R. (2015)

“Gravity” traz a influência do rap em seu máximo. Jacoby rima sobre um relacionamento disfuncional que culmina no refrão tematicamente perfeito com a presença da vocalista Maria Brink, do In This Moment.

9- “She Loves Me Not”, de lovehatetragedy (2002)

“She Loves Me Not” é um ótimo exemplo do porquê o Papa Roach conquistou tantos fãs nos anos 2000. O peso que nunca abandona a letra emocional, no caso falando sobre mais um relacionamento problemático. Parece que fica na linha que separa o nu-metal do emo, que se fortalecia na época.

8- “Getting Away With Murder”, de Getting Away With Murder (2004)

Uma música que poderia ser trilha-sonora de algum filme tipo Psicopata Americano. “Getting Away With Murder” conta a história de um assassino, mas também serve de metáfora para alguém que quer esconder os erros que cometeu. É intensa e ao mesmo tempo grudenta.

7- “Broken As Me”, de F.E.A.R. (2015)

Essa deve ser a melhor música da nova fase “eletrônica” do Papa Roach. Tem peso e é cativante. Aqui, os elementos eletrônicos funcionam para deixar a música mais caótica. É um ótimo exemplo de como inovar sem perder a essência do gênero.

6- “Where Did The Angels Go”, de The Connection (2012)

“Where Did The Angels Go” foi lançada em um momento em que o Papa Roach passava por problemas. O vocalista Jacoby Shaddix admitiu ter tentado cometer suicídio na época e, logo após isso, teve que passar por uma cirurgia por causa de problemas vocais. A música parece uma volta triunfante da banda depois de momentos de tempestade.

5- “Scars”, de Getting Away With Murder (2004)

Um dos hinos do Papa Roach, “Scars” é uma música com coração. A letra é forte e deixa um pouco de lado o nu-metal para tratar de assuntos difíceis. É um ponto fora da curva no disco. Sobre uma noite em Las Vegas que acabou com Jacoby no hospital depois de tomar 11 pontos na cabeça.

4- “Lifeline”, de Metamorphosis (2009)

O disco Metamorphosis marca a entrada do baterista Tony Palermo, que permanece na banda até hoje. “Lifeline” parece ter uma grande influência do hard-rock. É menos “moderna”, mas tem um dos refrões mais grudentos. Mostra a versatilidade da banda, que nunca deixa a energia contagiante de lado.

3- “Infest”, Infest (2000)

“Infest” inicia o álbum de mesmo nome já com uma porrada na cara. O rap-metal que marcou o início da banda dá as caras aqui em uma das melhores aparições. Um som cru e pesado, com gritos marcantes e riffs de guitarra muito presentes.

2- “Between Angels And Insects”, de Infest (2000)

Aqui o Papa Roach coloca sua preocupação social acima dos conflitos pessoais, algo não raro na discografia. Um hino meio anticapitalista que pega emprestado o pensamento de Tyler Durden, de Clube da Luta. O som perfeito para uma juventude rebelde do início do século.

1-“Last Resort”, de Infest (2000)

Indiscutivelmente o maior sucesso do Papa Roach. O nu-metal em essência. O rap e o metal convivendo de forma equilibrada e marcante. Além de lidar com temas importantes de uma geração assombrada por depressão e transtornos psicológicos. A densa letra fica marcada na mente desde a primeira vez que se ouve a música. “Last Resort” é uma das melhores músicas de nu-metal de todos os tempos.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário
 
Enquete
Qual é o melhor solo na sua opinião?

 Jimmy Page (Led zeppelin)
 Moby Dick-Led Zeppelin
 Eruption-Van Halen
 Jimmi Hendrix-Voodoo Child
 The edge - New years day
  Farewell Ballad Solo (Zakk Wylde)







.

LIGUE E PARTICIPE

55 3375 8982

Visitas: 214009
Usuários Online: 72
Copyright (c) 2019 - RADIO ROCKYEAH