• Cada qual com suas pressões, Eduardo Coudet e Renato Portaluppi chegam ao Gre-Nal das 21h30 desta quarta-feira, pela 4ª rodada do Grupo E da Libertadores, diante de novos desafios.
  • O técnico do Inter luta para ganhar o primeiro clássico e afastar uma queda de rendimento que lhe custou a liderança do Brasileirão. O comandante do Grêmio convive com críticas pelo desempenho recente e as poucas vitórias.
  • O clássico de número 427, no Beira-Rio, opõe primeiro e segundo colocados da chave. O Colorado tem sete pontos, três à frente do Tricolor. América de Cali e Universidad Católica somam três cada e também se enfrentam nesta noite.


  • Eduardo Coudet tem sofrido nos clássicos. Nas quatro partidas anteriores, acabou derrotado em três oportunidades e só conseguiu um empate. Pior, sem o Inter fazer um gol sequer.
  • Contratado para alterar o estilo de jogo do clube e recolocar o time na rota dos títulos, Coudet viu o Gauchão escapar pelos insucessos no Gre-Nal.
  • A vitória nesta noite é também importante para dissipar as dúvidas que pairam sobre o período atual. Apesar da vitória por 4 a 3 sobre o América de Cali na quarta passada, a oscilação marca o Inter.
  • "Tentaremos fazer um grande jogo. Buscaremos ver como planejamos e tentar o melhor que podemos" (Eduardo Coudet)


  • O mês de setembro teve seis partidas disputadas. Além da vitória diante dos colombianos, o Colorado só superou o Ceará, quando aplicou 2 a 0. Ainda acumulou dois empates com o Palmeiras e Bahia e duas derrotas, para Goiás e Fortaleza. Os resultados custaram a liderança no Brasileirão.
  • A desejada vitória também aproxima o Inter das oitavas de final da Libertadores. Os três pontos deixam o time com 10 pontos, enquanto o maior rival estaciona nos quatro a duas rodadas do término da fase de grupos.
  • O treinador do Grêmio tem um histórico amplamente favorável nos Gre-Nais não só em 2020, mas também nos últimos anos. Embora se apresse a jogar a crise para longe da Arena, Renato Portaluppi convive com manifestações contrárias da torcida — na semana passada, houve protesto.
  • Nos últimos 10 jogos, o Tricolor tem duas vitórias, três derrotas e cinco empates. Somado aos resultados, o desempenho também não engrena.

  • Uma derrota no clássico faria o ambiente se tensionar ainda mais. Enquanto, claro, uma vitória daria fôlego e confiança para uma retomada dos resultados.
  • Talvez esse seja o período com mais contestações ao trabalho do ídolo gremista, sempre acostumado a ser elevado aos patamares mais altos. Porém, o técnico afasta a pressão.
  • "O pior momento do Grêmio está na cabeça de vocês. Na minha, não está. Talvez muita gente estava acostumada a ver o Grêmio ganhar quatro e empatar uma. Sabemos que a fase não é boa, mas não é ruim" (Renato)

INTER X GRÊMIO – 4ª RODADA DO GRUPO E DA LIBERTADORES

  • Local: Beira-Rio, em Porto Alegre
  • Data e hora: quarta-feira (23), às 21h30 (de Brasília)
  • Escalação provável do Inter: Marcelo Lomba; Saravia, Zé Gabriel, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Praxedes (Musto), Nonato e Boschilia; Thiago Galhardo e Abel Hernández
  • Escalação provável do Grêmio: Vanderlei; Victor Ferraz, Rodrigues, Kannemann e Diogo Barbosa; Lucas Silva, Matheus Henrique e Darlan; Alisson, Pepê e Diego Souza.
  • Desfalques do Inter: Moisés, Edenilson, Marcos Guilherme, Johnny, Paolo Guerrero, Rodrigo Dourado, Yuri Alberto, João Peglow e William Pottker
  • Desfalques do Grêmio: Paulo Miranda, Geromel, Maicon e David Braz
  • Pendurados do Inter: Víctor Cuesta e Rodinei
  • Pendurado do Grêmio: Lucas Silva
  • Arbitragem: Patrício Loustau apita a partida, auxiliado por Ezequiel Brailovsky e Diego Bonfa. O trio é da Argentina


Deixe seu Comentário